Quinta-feira, 5 de Junho de 2008

Homeschooling

Na década de 60, inicia-se nos EUA uma reforma escolar, orientada pela política neoliberal, designada  o homeschooling cujos grandes impulsionadores são Raymond Moore e John Holt. Estes autores defendem duas correntes muito diferentes: o primeiro assume uma perspectiva mais religiosa; o segundo identifica-se com dinâmicas de contracultura. 

Neste programa são os pais que planificam as diversas etapas de aprendizagem e encontram as diferentes estratégias para que se concretizem, através de, por exemplo, jogos educacionais, filmes, vídeos, computadores e até mesmo pela realização de experiências que permitam uma aprendizagem verdadeiramente significativa. O currículo adoptado tem em consideração uma aquisição sequencial e progressiva dos conhecimentos na medida em que os novos conhecimentos são construídos em função dos anteriormente adquiridos.

 

(Fundamentação teórica em Se a Tecnolgia Educativa é a Resposta, Qual é a pergunta? de João M. Paraskeva)

publicado por claudiaparaujo às 12:24
link do post | comentar | favorito

Sobre mim

Pesquisar

 

Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts Recentes

Homeschooling: a nossa op...

Vantagens e Desvantagens ...

Homeschooling

Gravação Audio

Oportunidades no Second L...

Second life

Jclic

Até sempre!

Google maps

Plano Tecnológico

Arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

análise de texto(2)

blogues(2)

conceitos(1)

curiosidade(7)

ficha de leitura(2)

internet(3)

plataforma(1)

portfolio(1)

programas(1)

projectos(2)

the end(1)

tic(2)

vídeos(1)

todas as tags

Links

subscrever feeds